BLOG
as últimas novidades sobre o Grupo STK

  • Segunda, 04 de Junho de 2018

  • A ciência por trás da seda líquida para produzir roupas mais sustentáveis

  • O site da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos informa (Assintecal):

    "Você já se perguntou quanta química está nas roupas que vestimos e será que causam algum problema para nossa saúde? A Silk Therapeutics, uma empresa americana especializada em biomateriais, acredita que sua tecnologia patenteada de seda líquida pode substituir alguns dos produtos químicos normalmente encontrados em tecidos de alto desempenho e fazer um produto têxtil ou vestuário mais saudável no processo.

    A empresa começou em 2013 produzindo cremes para a pele de mulheres que passaram por tratamento oncológico, com a missão de usar a seda líquida como um substituto totalmente natural para os muitos produtos sintéticos e enchimentos usados ​​pelos laboratórios ​​da indústria da beleza. Colocar todos aqueles produtos químicos excessivamente artificiais na pele pode ser prejudicial, então por que não fazer um produto mais favorável à pele usando a própria inovação da natureza: a seda do bicho da seda?
     
    Depois de construir uma bem-sucedida marca de cuidados com a pele, a Silk Therapeutics, está agora focando sua atenção em como a seda líquida poderia transformar a indústria de vestuário. Segundo a Unilever, o mercado de produtos sustentáveis ​​pode valer mais de US$ 3 trilhões, apresentando uma oportunidade lucrativa para marcas que buscam se conectar com consumidores preocupados com o meio ambiente, abraçando o movimento de bem-estar em todas as áreas de suas vidas.
     
    Sustentabilidade tem sido um tema quente na indústria do vestuário em particular, com grandes marcas investindo em áreas como reciclagem de roupas e têxteis, inovação de materiais alternativos, conservação e gerenciamento de água. Todas essas coisas podem abrir o caminho para a incursão da Silk Therapeutics numa indústria em busca de formas sustentáveis ​​de alcançar os benefícios de desempenho que os usuários de vestuário esperam.
     
    Embora os consumidores tenham adotado entusiasticamente os confortáveis ​​tecidos elásticos de alto desempenho utilizados por marcas de Athleisure e Activewear, eles podem não saber quantos produtos químicos são adicionados em muitos desses tecidos para se obter propriedades como absorção de umidade, repelência a água ou controle de odores.
     
    Dentro da sustentabilidade com a seda líquida
     
    A inovação da Silk Therapeutics começa com a lagarta do Bombyx mori, também conhecida como bicho-da-seda, um inseto nativo da China e do Extremo Oriente que prefere uma dieta quase exclusiva de folhas de amoreira. Eles são muito exigentes pois se as amoreiras forem tratadas com pesticidas, os vermes não consomem as folhas, explicou o Dr. Greg Altman, CEO da Silk Therapeutics, que usou seu doutorado em bioengenharia da Universidade Tufts.
     
    Esta dieta livre de pesticidas garante um produto livre de produtos petroquímicos de ponta a ponta, acrescentou Dr. Altman. Leva apenas 15 dias para o bicho-da-seda produzir um casulo. Enquanto a maioria dos casulos de bicho-da-seda são usados ​​para fazer tecidos, a Silk Therapeutics usa a proteína dos casulos do bicho-da-seda descartados para fazer seda líquida. Como não precisa dos mesmos casulos de alta qualidade que seriam usados ​​em tecidos, a empresa pode usar casulos que de outra forma seria desperdiçados, e o bicho-da-seda também pode sobreviver, diferentemente do caso da maioria das fábricas de seda, em que o casulo é fervido para obter a fibra.
     
    Ao controlar o processo de fabricação da seda líquida, a empresa pode criar moléculas de seda em diferentes tamanhos para realizar diferentes funções utilizando somente os casulos que sobraram na indústria têxtil, ajudando a tornar o produto da empresa muito mais viável economicamente.
     
    Seda líquida para vestuário de alto desempenho
     
    “Uma das coisas pelas quais somos profundamente apaixonados pelo uso da seda líquida é remover os usos invisíveis e ocultos da química sintética em peças de vestuário, têxteis e produtos que podem entrar em contato com nossa pele e entrar em nossos corpos”, disse Dr. Altman. “Quanto menos absorvermos, menos toleramos e mais saudáveis ​​somos. É um conceito de saúde pública. Estamos unindo os mundos da biotecnologia e do têxtil”
     
    Os tecidos de nylon e sintéticos, comumente usados ​​em calças de yoga, sutiãs esportivos e muito mais, não controlam bem a umidade, levando à necessidade de tratamentos adicionais para alcançar os benefícios desejados. “Nós basicamente cobrimos os tecidos que usamos com química sintética que muda as características da superfície“, disse Altman sobre como os tecidos de desempenho tradicionalmente são criados. “Temos todos esses produtos antimicrobianos, metais pesados, prata, zinco e muito mais aplicados no tecido e que depois serão lavados e indo parar os cursos de água.”
     
    É aí que entra a seda líquida. O náilon tratado com um “acabamento de nano-camada com seda líquida” oferece propriedades similares de absorção de umidade, como fazem as aplicações químicas usuais, de acordo com a Altman. “Se entrar em contato com o seu corpo, é biocompatível e não sai na lavagem, mas se isso acontecer, certamente não vai poluir nossos cursos de água”, acrescentou. “Essa tecnologia, francamente, está à nossa frente há milhares de anos.”
     
    A seda líquida é aplicada no nível do fio ou do tecido após o tingimento, durante o ponto no processo, quando os produtos químicos sintéticos tradicionalmente são incorporados para selar o corante, disse Altman. Dessa forma não é necessário mudar o processo tradicional de fabricação na fábrica, e com isso não há aumento dos custos. O uso da seda líquida no revestimentos de tecidos torna uma jaqueta impermeável ou uma camisa mais macia ou hidratante.
     
    Há um suprimento suficientemente grande dos casulos descartados para atender com facilidade a demanda prevista pela empresa nos próximos anos. Com o mercado de produtos para acabamento têxtil avaliado atualmente em US$ 23 bilhões, há uma oportunidade significativa para melhorar amplamente a saúde humana e ao mesmo tempo produzir roupas mais sustentáveis.

    Fonte: Stylo Urbano"

    Referências:“A ciência por trás da seda líquida para produzir roupas mais sustentáveis”.Disponível em:”https://www.assintecal.org.br/noticias/578/a-ciencia-por-tras-da-seda-liquida-para-produzir-roupas-mais-sustentaveis” Acesso em: 04 de junho de 2018.

     

     

     

  • Postado por TI - STICKFRAN

  • Tags: Notícia,


  • BUSCA
  • ARQUIVO